Portaria do MME possibilita que o setor disponibilize mais bioeletricidade SIN até o fim de 2022. O volume pode chegar a 4,6 mil GWh.