fbpx

UNICA premia fotografias e reportagens sobre o setor sucroenergético

Prêmio Energia Brasil tem o objetivo de incentivar a produção de imagens e notícias para ampliar o conhecimento da população sobre a cadeia da cana-de-açúcar.

A União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) lança o Prêmio Energia Brasil, que vai reconhecer trabalhos jornalísticos e fotográficos que retratem o setor sucroenergético. O objetivo da premiação é incentivar a produção de trabalhos sobre o setor produtivo da cana-de-açúcar, seus produtos (açúcar, etanol e bioenergia), a sustentabilidade de sua cadeia e os benefícios socioambientais inerentes, ampliando assim a conscientização da população brasileira sobre o tema.

O Prêmio Energia Brasil tem duas categorias para a inscrição de trabalhos jornalísticos: “Texto” e “Audiovisual”, na qual podem ser inscritos trabalhos em áudio ou em vídeo. As reportagens devem ter sido veiculadas/publicadas originalmente entre 1º de julho de 2018 e 31 de julho de 2019, em jornais, revistas, sites, agências de notícias, blogs, programas jornalísticos de TV, internet ou em emissoras de rádio.

A categoria de Fotografia do Prêmio Energia Brasil aceitará a inscrição de no mínimo três e no máximo cinco fotografias que retratem fatos, pessoas, acontecimentos, temas ou aspectos relativos ao setor sucroenergético e sua interação com o meio ambiente e o desenvolvimento sustentável. As obras serão avaliadas quanto à adesão ao objetivo da premiação, mencionado acima, e aos seus aspectos artísticos.

Um júri composto por profissionais de diferentes áreas escolherá a obra mais representativa de cada segmento. O melhor trabalho de cada categoria receberá a premiação de R$ 4 mil (sujeito à incidência e dedução de tributos) em cerimônia que será realizada no dia 11 de setembro de 2019, em Brasília. Os custos de deslocamento dos vencedores serão pagos pela UNICA.

Vencedores

FERNANDO DAGUANO

AUDIOVISUAL

Fernando Daguano é atualmente Repórter de Rede da TV Tem, afiliada Globo, em São José do Rio Preto. Faz reportagens para jornais locais e nacionais como Bom Dia Brasil, Jornal Hoje, Jornal Nacional, Jornal da Globo e Fantástico. 

WERTHER SANTANA

FOTOGRAFIA

Werther Santana, 38 anos, repórter fotográfico desde 1999. Iniciou sua carreira no jornal no Diário de Suzano, onde obteve toda base para alcançar novos ares.

SÉRGIO PRADO

TEXTO

Gaúcho de Santiago, Sérgio Prado começou no jornalismo em 1989, ao formar-se pela PUC do Rio Grande do Sul. Trabalhou nos jornais Zero Hora, Jornal da Tarde, Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo, Jornal do Brasil e Gazeta Mercantil, nas áreas de Política, Cidades e Agronegócios.