fbpx

Bia Figueiredo e Klever Kolberg atraem fãs do automobilismo

5 de novembro de 2010

A piloto Figueiredo, primeira brasileira a correr em uma das maiores categorias do automobilismo mundial, a Fórmula Indy, e Klever Kolberg, pioneiro na utilização do etanol em competições off-road, foram as principais atrações do estande do Projeto AGORA no sétimo dia de realização do Salão Internacional do Automóvel. O público que foi ao Centro de Convenções do Anhembi, em São Paulo, nesta sexta-feira (05/11), teve a oportunidade de conhecer pessoalmente os dois pilotos durante sessões de autógrafos no espaço montado pela maior iniciativa de comunicação e marketing do setor sucroenergético nacional.

“O fato de usarmos o etanol brasileiro é um motivo de grande orgulho para nós, pois se trata de uma forma de energia renovável que só o Brasil tem,” comenta Bia, cuja categoria em que compete usa etanol desde 2007, e em 2009 adotou como combustível oficial o biocombustível produzido no País.

Esse é o mesmo sentimento de Kolberg, que usou o etanol na edição 2010 do Rally Dakar e, mais recentemente, no Rally Internacional dos Sertões, quando conquistou o segundo lugar abordo de um Mitsubishi L200. O piloto ressalta a importância do trabalho desenvolvido pelas empresas participantes do Projeto AGORA em mostrar ao público do Salão a sustentabilidade da produção do combustível renovável brasileiro. “Acho que a maioria dos brasileiros sabe que o etanol é feito a partir da cana, mais ainda não conhecem a fundo os benefícios ambientais proporcionados
pela sua utilização, por isso a importância do AGORA em divulgar estas informações,” observa. Comparado com a gasolina, o etanol de cana reduz as emissões de gases de efeito estufa em 90%.

Objetivo alcançado

O estudante de engenharia mecânica, Antônio Victor Nele, de 21 anos, fã da Fórmula Indy, ficou surpreso quando soube que os carros da categoria utilizam o etanol, o principal combustível usado em sua Montana flex. “Fiquei sabendo agora, quando entrei no estande”, afirma.

Enquanto aguardava na fila para tirar uma foto com Kolberg, o fã Álvaro Antônio Ferro, da cidade de Presidente Prudente, região canavieira do Estado de São Paulo, elogiou o fato de Kolberg ter usado etanol em competições de Rally. “Acompanho a carreira dele há muitos anos, e acho muito legal ele ter usado o etanol, uma tecnologia nova e brasileira”, revela.

Outras atrações

Além de tirar fotos e ganhar autógrafos dos dois pilotos, quem esteve no estande do Projeto AGORA, pode ver de perto um carro da Indy e um Mitsubishi L200, utilizado por Kolberg na conquista do segundo lugar este ano na maior competição off-road do Brasil, o Rally Internacional dos Sertões.

Um modelo da Stock Car Brasil e um Bentley Continental Supersports, o primeiro carro da categoria dos superesportivos a adotar a tecnologia flex, também chamaram a atenção do público no espaço do AGORA..

A presença do carro da Fórmula Indy no estande do Projeto AGORA é fruto da parceria entre a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), a Indy Racing League (IRL) e a Apex-Brasil, a Agência da Promoção das Exportações ligada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. A Apex-Brasil é hoje uma das principais patrocinadoras da IndyCar Series.