fbpx

Brenco vende produção de unidades que começam a operar em 2009

0
24 de outubro de 2008


A Companhia Brasileira de Energia Renovável (Brenco), associada à União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), fechou no início de outubro de 2008, em Houston (EUA), um contrato de venda de etanol para a LyondellBasell Industries, uma das maiores companhias de seu setor nos Estados Unidos. O biocombustível será produzido nas duas primeiras unidades bioenergéticas da Brenco, em Morro Vermelho (GO) e Alto Taquari (MT). O início da operação está previsto para o segundo trimestre de 2009.


“Acreditamos na construção de relacionamentos de longo prazo com nossos clientes, e o negócio fechado com a Lyondell confirma nossa estratégia”, afirmou o Presidente da Brenco, Philippe Reichstul.


O etanol de cana será utilizado na composição de ETBE (éter etílico terc‐butílico), aditivo que contém etanol misturado a derivados de petróleo, que após a industrialização será exportado para o Japão. A LyondellBasell produzia anteriormente MTBE (éter metil terc‐butílico), mas está mudando sua planta industrial para produzir a substância a partir do etanol de cana, que não agride o meio ambiente.


As usinas Morro Vermelho e Alto Taquari deverão produzir juntas 320 milhões de litros de etanol somente em 2009. Em 2010, as unidades aumentarão sua capacidade de produção para 1 bilhão de litros, e até 25% desse total serão destinados à empresa americana. Além disso, em 2010, três novas unidades da empresa entrarão em operação: uma em Goiás e outras duas no Mato Grosso do Sul, que também fornecerão parte da produção para a Lyondell.


O etanol será escoado por meio de estratégia logística desenvolvida pela Brenco. A empresa investirá 1 bilhão de dólares na construção de um duto que interligará o Alto Taquari ao Porto de Santos, em São Paulo.