fbpx

Cena brasileira em Miami: motoristas em fila para comprar etanol

9 de outubro de 2009

Poderia ter sido um cena diretamente de uma das grandes cidades brasileiras, como o Rio ou São Paulo, onde o etanol está disponível nos postos de combustíveis desde meados dos anos 70 e é consumido em quantidades maiores do que a gasolina. Mas desta vez, foi um posto em Miami que atraiu nesta quinta-feira (8/10) motoristas que procuravam abastecer com etanol, ou pelo menos, E85 – a mistura vendidos nos Estados Unidos, que contém 85% de etanol e 15 % de gasolina. O bônus adicional para os consumidores fazendo fila nas bombas foi a presença dos pilotos da Fórmula Indy Mario Moraes e Nelson Philippe, que estavam na cidade por causa da última corrida da temporada da Indy Racing League de 2010, que aconteceu no sábado (10/10), em Homestead, ao norte de Miami.

O evento no posto de combustíveis foi descrito pelos organizadores como o primeiro “comício” da Florida para lançar uma campanha estadual de conscientização de motoristas sobre segurança econômica, ambiental e energética, graças ao uso do etanol em vez de gasolina. A campanha, que já acontece em outras partes dos Estados Unidos, está sendo conduzida pelo Clube dos Veículos Flex-Fuel (FlexFuel Vehicle Club – FFV Club), com o apoio da Fundação para Combustíveis Limpos (Clean Fuels Foundation), a Agencia Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA). A Apex é uma das principais patrocinadoras da Formula Indy e a UNICA a fornecedora oficial de combustíveis.

O presidente do FFV Club, Burl Haigwood, descreveu a iniciativa como educativa. “Na Casa Branca, na sua casa, na minha casa, na casa do governador e na casa das pessoas fazendo fila para comprar etanol hoje, há consenso de que temos um problema com o petróleo e o etanol é uma solução”, disse, acrescentando que pode não ser a única solução, mas é o que temos agora. Haigwood lembrou que existem 230 milhões de carros rodando nos Estados Unidos que utilizam combustíveis líquidos e 90% deles usam misturas com baixo teor de etanol, mas ainda há muito a ser feito. Ele também leu um trecho de uma carta de apoio ao evento enviada pelo governador da Flórida, Charlie Crist.

O presidente da ApexBrasil, Alessandro Teixeira, parabenizou o estado da Flórida por assumir a liderança na promoção do etanol e manifestou a expectativa de que eventos similares passem a mesma mensagem e gerem resultados positivos em outras partes dos Estados Unidos. Adhemar Altieri, diretor de comunicação corporative da UNICA, destacou o fato de que milhões de motoristas americanos possuem veículos Flex-Fuel, mas muitas vezes não sabem que seu carro funciona igualmente bem com E85 ou etanol: “É importante divulgar para donos de veículos flex que eles podem contribuir de forma concreta para o combate ao aquecimento global. Muitas vezes ouvimos sobre soluções complexas, caras e de longo prazo que estão sendo desenvolvidas mas correm o risco de nunca se materializarem, portanto, devemos ter em mente que o etanol está disponível aqui e agora “. A UNICA, também foi representada por seu conselheiro José Carlos Toledo, presidente da Equipav.

O piloto da Indy Nelson Philippe, da equipe Conquest Racing, encerrou o evento descrevendo o etanol como um combustível verde que tem um bom desempenho e nem sempre recebe o devido crédito. “Não há perda de desempenho, que sabemos que ninguém quer sacrificar, e os motoristas devem saber que eles não têm que esperar para fazer a diferença para o meio ambiente”, concluiu.

O comício aconteceu no sul da Flórida, no primeiro posto de combustível a oferecer o E85 no estado, o U-Gas Midway, localizado na 79th Avenue, que começou a vender a mistura em 2007. O dono e presidente da Urbieta Oil, a maior rede de E85 no sul da Flórida, Edwin Flores, aproveitou a oportunidade para anunciar o projeto de oferecer E85 em mais 20 postos do sul da Flórida até o final de 2010