Sustentabilidade, Reforma Tributária, Reforma Administrativa e bioeconomia, foram alguns dos assuntos discutidos durante a primeira edição do Conversa UNICA, projeto lançado pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), nesta quarta-feira (19), com objetivo de criar um ambiente de diálogo e troca de conhecimento entre setor público e privado, além de fomentar a discussão de assuntos relevantes para o país. Próxima edição está marcada para 25 de março.

“Não existe setor bom em um país ruim. A UNICA percebeu a necessidade de uma conversa de duas vias em que, por um lado, os setores econômicos entendam as decisões que precisam ser tomadas e, por outro lado, contribuam para que essas decisões sejam as melhores possíveis”, disse Evandro Gussi durante abertura do evento.

Os deputados Arnaldo Jardim (CIDADANIA/SP), presidente das Frentes Parlamentares Sucroenergética e da Economia Verde, e Paulo Ganime (NOVO/RJ), presidente da Frente Parlamentar de Bioeconomia, foram os convidados da vez.

Em sua fala, o deputado Arnaldo Jardim destacou a importância do projeto e salientou a relevância do setor em agregar renda, criar empregos e do exemplo ambiental que é para o país. “Gostei muito de estar aqui no Conversa UNICA. Este é um momento de diminuir a distância entre o setor e a representação na Câmara dos Deputados, construir convergências e destacar a virtuosidade desse setor que produz açúcar, etanol e bioeletricidade como nenhum outro segmento no mundo”, disse.

O deputado Paulo Ganime ressaltou o valor da troca de experiências para que diferentes setores avancem e sigam melhorando em prol da sociedade. “Eu acho que essa aproximação dos setores da economia com o Congresso ou o Governo é muito importante porque nós aprendemos muito com isso. Aprendemos quando falamos sobre pautas importantes para sociedade. Essa troca é muito positiva principalmente quando feita de forma transparente, com interesse público, interesse nacional. Toda oportunidade que tiver, estarei muito disposto a participar”, afirmou o parlamentar.