fbpx

Cresce número de usinas associadas à UNICA com certificação

6 de fevereiro de 2014

O número de usinas certificadas pela Bonsucro, iniciativa reconhecida mundialmente que atesta a produção social e ambientalmente responsável da cana-de-açucar, tem aumentado a cada ano no Brasil, comprovando o empenho do setor sucroenergético para aprimorar continuamente os critérios de sustentabilidade de suas atividades. Desde 2011, 38 unidades produtoras conseguiram o certificado Bonsucro no mundo, dessas, 36 unidades estão no País e 34 delas associadas à União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA).

“O interesse continuado pela certificação mostra o comprometimento das empresas do setor, que mesmo enfrentando uma série de desafios importantes para suas atividades, enxergam valor na adoção e manutenção das melhores práticas em seus processos,” afirma a gerente de Sustentabilidade da UNICA, Marina Carlini.

Somente no Brasil, são mais de 820 mil hectares de cana certificados. A gerente da UNICA explica que o setor sucroenergético brasileiro tem demonstrado responsabilidade ao seguir e atender aos requisitos mais exigentes em termos de sustentabilidade.

“Estamos fazendo a nossa lição de casa. Cabe aos demais atores da cadeia valorizar esse esforço e dar continuidade a este movimento, incorporando a sustentabilidade em seus modelos de negócio e reconhecendo o valor do produto com certificação,” disse ela.

A mais recente certificação do Bonsucro no Brasil aconteceu neste início de ano, com o reconhecimento da Usina Morro Vermelho, localizada em Mineiros (GO). A usina é uma das unidades da Odebrecht Agroindustrial.

Usinas certificadas pelo Bonsucro e associadas UNICA:

Alcídia – Odebrecht Agroindustrial
Angélica – Adecoagro
Barra Grande de Lençois – Zilor
Bom Retiro – Raízen
Bonfim – Raízen
Conquista do Pontal – Odebrecht Agroindustrial
Costa Pinto – Raízen
Equipav – Renuka
Frutal – Bunge
Gasa – Raízen
Guariroba – Bunge
Iracema – Grupo São Martinho
Itapagipe – Bunge
Jatai – Raízen
Maracaí – Raízen
Moema – Bunge
Monte Alegre – Adecoagro
Quatá – Zilor
Rio Claro – Odebrecht Agroindustrial
Santa Adélia – Copersucar
São João – USJ
São José – Zilor
São Manoel – Copersucar
Santa Elisa – Biosev
Tropical Bioenergia – BP
Univalem – Raízen
São Luiz – Copersucar
Cruz Alta – Guarani
Severinia – Guarani
Usina Santa Cruz – Santa Cruz
Usina Morro Vermelho – Odebrecht Agroindustrial
Usina Serra – Raízen
Usina Dois Corrégos – Raízen
Usina Junqueira – Raízen