fbpx

Diesel de cana ganha destaque em rede nacional de televisão

15 de julho de 2013

O diesel produzido a partir da cana-de-açúcar, que desde 2010 vem sendo testado e utilizado no abastecimento de veículos destinados ao transporte público de grandes cidades, foi um dos destaques do programa Auto Esporte da Rede Globo de Televisão, um dos principais do gênero na televisão brasileira. A reportagem foi apresentada na edição de domingo, dia 07 de julho.

A matéria abordou diversos aspectos da utilização do diesel de cana, como o fato do combustível renovável poluir muito menos que o diesel de petróleo, pois não tem enxofre, um dos elementos mais nocivos a saúde humana. Em relação ao S.10, o diesel convencional mais limpo disponível no mercado brasileiro, o de cana tem 40% menos poluentes, principalmente as partículas que causam doenças respiratórias.

O desempenho dos motores e a economia também foram destaques da reportagem. Segundo Rodrigo Chaves, diretor de Engenharia de Desenvolvimento da MAN para a América Latina, “ao utilizar o diesel de cana tanto em ônibus quanto em caminhões, você consegue com a mesma quantidade de combustível, o dobro da autonomia”. Para Gilberto Leal, gerente de Desenvolvimento de Produtos da Mercedes-Benz, “o diesel de cana é o melhor diesel que temos hoje. A cada litro utilizado, colocamos também mais energia que o diesel de petróleo.”
Tecnologia avançada

Mesmo considerado em fase experimental, o desempenho e a eficiência ambiental e econômica comprovados já fazem do uso do diesel de cana uma solução viável e concreta para o sistema urbano de transportes. A cidade de São Paulo já conta com 300 ônibus rodando com uma mistura de 10% de diesel de cana-de-açúcar no diesel convencional. Já o Rio de Janeiro possui 20 veículos similares em circulação, operando com mistura de 30% do combustível de cana ao óleo derivado do petróleo.

O diesel canavieiro que abastece os ônibus em São Paulo e no Rio de Janeiro é produzido pela Amyris, empresa de biotecnologia sediada nos Estados Unidos com subsidiária brasileira em Campinas, no interior paulista. O produto é feito a partir do caldo de cana e é considerado de alta qualidade.

“Além de oferecer boas características como combustível, o diesel de cana-de-açúcar pode ser utilizado sem a necessidade de adaptações no motor, independente do ano do veículo,” explica Adilson Liebsch, diretor Comercial da Amyris no Brasil. Além disso, na comparação direta com o diesel convencional, o de cana reduz a emissão de gases causadores do efeito estufa (GEE) em até 90%.