fbpx

Dilma elogia Projeto Renovação em evento do setor

11 de março de 2010

A ministra-chefe da Casa Civil e candidata pelo PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, esteve nesta terça-feira (10/03) na Feicana/FeiBio, feira de negócios do setor de energia que acontece em Araçatuba (SP), para anunciar o edital de licitação da Transpetro para a construção de 20 comboios para o escoamento de etanol pela hidrovia Tietê-Paraná.

Ela aproveitou a ocasião para visitar o estande da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) e conhecer o Projeto RenovAção, maior iniciativa de treinamento e requalificação já implantada pelo setor sucroenergético no mundo.

“Este projeto da UNICA, para formar e recapacitar trabalhadores rurais, é muito importante. Ele atende a cadeia e, ao mesmo tempo em que máquina chega à colheita, traz alternativas aos trabalhadores,” afirmou. A ministra também observou a importância da mecanização para o setor. “Além de garantir condições melhores de trabalho, a mecanização da colheita torna a cana ainda mais competitiva no exterior,” avaliou.

Na fase inicial do Projeto RenovAção, até sete mil pessoas serão beneficiadas por ano, entre trabalhadores manuais da cana-de-açúcar e integrantes de comunidades nas seis maiores regiões produtoras do Estado. Os primeiros cursos foram lançados em fevereiro, nas cidades de Presidente Prudente e Ribeirão Preto, para formação de futuros motoristas canavieiros, operadores de colhedora, soldador, eletricista de trator, eletricista de colhedora e mecânico de trator.

Parceria estratégica

A ministra Dilma ressaltou ainda que a parceria bem sucedida entre o governo e o setor sucroenergético contribui para a disseminação das melhores práticas trabalhistas. “A assinatura do Compromisso Nacional para Aperfeiçoar as Condições de Trabalho na Cana-de-Açúcar, firmado pela Secretaria Geral da Presidência da República teve, pelo lado dos trabalhadores, o apoio da Contag e a Feraesp; a UNICA e o Fórum Nacional Sucroenergético, do lado dos produtores,” concluiu.

Com o apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Projeto RenovAção  tem como patrocinadores Syngenta, Grupo Case e John Deere e é uma resposta do setor sucroenergético ao avanço acelerado da mecanização da colheita em São Paulo, objetivo estabelecido no Protocolo Agroambiental assinado entre o setor e o governo paulista em 2007 para colocar fim ao uso do fogo nos canaviais do Estado até 2017.