fbpx

Especialista em agronegócio reúne 20 anos de reflexões

27 de novembro de 2012

O livro “Doutor Agro”, escrito pelo engenheiro agrônomo e mestre em administração, Marcos Fava Neves, mostra a visão de um dos especialistas mais respeitados do Brasil na área do agronegócio, atividade responsável por cerca de 30% do Produto Interno Bruto (PIB) e pela geração de 37% dos empregos no País. A publicação de 126 páginas lançada no final de outubro pela Editora Gente, traz uma coleção de 60 artigos veiculados pelo autor nos principais jornais e revistas do País e já teve sua primeira edição esgotada.

“Compilei reflexões feitas em 20 anos de carreira no agronegócio neste livro, que está dividido em três capítulos; ‘Agro Geral’, ‘Cadeias Produtivas’ e ‘Agroenergia’. Com uma escrita simples e acessível, qualquer pessoa pode entender mais desse setor tão importante para o Brasil,” afirma Fava Neves, que já publicou outras 30 obras também ligadas ao tema. Várias foram traduzidas para o inglês e espanhol, sendo relançadas em países como Estados Unidos, Inglaterra, Holanda, Argentina e Uruguai.

Na opinião do presidente da FMC Corporation América Latina, Antonio Carlos Zem, autor do prefácio da nova obra, o “Doutor Agro” “demonstra como o setor vem se estruturando e se fortalecendo ante o desafio do crescimento e da busca pela sustentabilidade.” A própria FMC, por exemplo, mantém diversas parcerias com entidades e empresas do setor para atingir estes objetivos, com destaque para as participações que a empresa mantém no Projeto AGORA, iniciativa de comunicação voltada a promover a imagem do etanol no País, e o Projeto RenovAção, que já requalificou 4,5 mil trabalhadores da indústria sucroenergética nas principais regiões produtoras do Estado de São Paulo.

Professor titular de Planejamento da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA/USP) em Ribeirão Preto (SP), onde atua desde 1995, Fava Neves destaca que o agronegócio tem sido um dos principais colaboradores para o superávit da balança comercial brasileira nos últimos anos: “Em 2012, as exportações do agronegócio deverão atingir a meta dos US$ 100 bilhões, um resultado 5,7% superior ao alcançado em 2011, quando a produção agrícola nacional gerou US$ 94,59 bilhões para os cofres do Tesouro Nacional.”

Ele lembra que somente em janeiro e fevereiro de 2012, o valor exportado acumulado foi de US$ 11,7 bilhões, um aumento de 11,6% quando comparado ao mesmo período de 2011, quando o total exportado somou US$ 10,5 bilhões. Nesse período, a cadeia produtiva da cana contribuiu com US$ 1,68 bilhão contra US$ 1,62 bilhão verificado no primeiro bimestre de 2011, um crescimento de 3,8%. Dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), ligado a Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ/USP), indicam que 10% da renda do agronegócio nacional vem do setor sucroenergético.

Para mais informações sobre o livro “Doutor Agro”, entre em contato com a Editora Gente pelo fone (11) 3670-2525.