fbpx

Estudos confirmam ligação entre aspartame e câncer

0
19 de julho de 2005

O Centro de Pesquisa do Câncer da Fundação Européia de Oncologia e Ciências Ambientais “B. Ramazzini”, de Bolonha, Itália, informou que um estudo de longo prazo para avaliar os efeitos carcinogênicos potenciais do aspartame demonstrou que o edulcorante químico induz a um aumento de linfomas e leucemias em cobaias fêmeas.


 A pesquisa será apresentada em setembro na conferência científica internacional “Framing the Future in the Light of the Past: Living in a Chemical World” (Definindo o Futuro pela Experiência Passada: Vivendo num Mundo Químico). De acordo com a European Food Safety Authority – EFSA (Autoridade Européia de Saúde Alimentar), já começaram as discussões entre cientistas e será proposto um “panel” científico por ser um assunto de alta prioridade, com os resultados do estudo comparados com trabalhos anteriores.


Como os dados completos do novo trabalho ainda não estão disponíveis, a conclusão deverá demorar meses. A EFSA afirma não ter, atualmente, base para recomendar qualquer mudança na dieta dos consumidores em relação ao aspartame. A Divisão de Epidemiologia Clínica do Centro de Saúde da Universidade do Texas em San Antonio apresentou estudo de Sharon Fowler, revisando oito anos de dados confirmando a ligação do consumo de refrigerantes diet com obesidade.