fbpx

Ethanol Summit 2015 debaterá uso de biocombustíveis na aviação

25 de junho de 2015

A busca por combustíveis mais sustentáveis em todo o tipo de transporte é uma realidade. No segmento de aviação, que é responsável por 2% da geração de gases do efeito estufa, o cenário não é diferente. As grandes companhias aéreas começam a cada vez mais adotar comercialmente o biocombustível, com o objetivo de melhorar a eficiência em 1,5% até 2020, limitar as emissões da indústria a partir de 2020 e reduzi-las em 50% até 2050.

Nesse sentido, o assunto será um dos grandes destaques do segundo dia do Ethanol Summit 2015, que acontece de 6 a 7 de julho, no Golden Hall do World Trade Center, em São Paulo.

Paulo Kakinof, CEO da Gol Linhas Aéreas, apresentará os desafios e vantagens do uso do querosene a base de cana em voos comerciais da companhia. Outros nomes já confirmaram participação no debate: Luís Augusto Barbosa Cortez, professor da Unicamp/Fapesp, Marcelo Moreira, pesquisador sênior da Agroícone, e Marcelo Gonçalves, engenheiro de Desenvolvimento de Produto da Embraer.

Está é a 5ª edição do Ethanol Summit, evento lançado pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) em 2007 e realizado a cada dois anos. O encontro reúne empresários, autoridades de diversos níveis governamentais, pesquisadores, investidores, fornecedores e acadêmicos do Brasil e do exterior. São esperados cerca de 1.500 participantes para acompanhar quase uma centena de palestras, apresentações, discussões e debates que vão acontecer em grandes plenárias, painéis temáticos e cerimônias de abertura e encerramento, além de eventos paralelos.

Acesse o site oficial do evento para conferir a programação completa, clique aqui

A edição 2015 do Ethanol Summit tem o patrocínio da Syngenta – importante organização mundial que investe em tecnologia para o desenvolvimento de uma produção agrícola sustentável – e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) – um dos maiores bancos de desenvolvimento do mundo e, hoje, o principal instrumento do Governo Federal para o financiamento de longo prazo e investimento em todos os segmentos da economia brasileira.

O evento também conta com o apoio das empresas: BASF, Clariant, FMC, Novozymes e do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes (Sindicom).