fbpx

Geradores movidos a etanol Iluminam estande do Projeto AGORA

26 de outubro de 2010

Os quase um milhão de visitantes esperados para a edição deste ano do Salão Internacional do Automóvel certamente vão notar, assim que chegarem ao Centro de Exposições do Anhembi, algo grande e diferente sobre o espelho d’água imediatamente à direita da entrada principal. A primeira pista sobre o que está dentro da estrutura metálica é a frase que aparece na lateral: “Gerando energia limpa com etanol brasileiro.”

São dois geradores de 400 kVA de potência, movidos a etanol – o mesmo etanol hidratado que pode ser encontrado em postos de combustíveis e que abastece os mais de 11 milhões de carros flex já vendidos no país. Desenvolvidos pela Vale Soluções em Energia (VSE), empresa criada pela Vale em sociedade com o BNDES para desenvolver equipamentos e sistemas de geração de energia ambientalmente sustentáveis, os geradores serão a única fonte de eletricidade para o estande do Projeto AGORA, que marca a estreia do setor sucroenergético nacional na principal exposição da indústria automobilística brasileira.

“Toda a energia necessária para acionar o estande do Projeto AGORA virá desses geradores, movidos exclusivamente a etanol. Na comparação com geradores convencionais, movidos a diesel, a redução nas emissões de gases causadores do efeito estufa que os geradores a etanol proporcionam é de 68%,” afirma Marcos Jank, presidente da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), umas das 18 empresas e entidades participantes do Projeto AGORA.

Jank acrescenta que além da redução na emissão de gases que produzem o efeito estufa, os geradores a etanol “zeram a emissão de particulados e virtualmente eliminam a emissão de compostos de enxofre,” fazendo com que o estande do Projeto AGORA seja, seguramente, “o mais verde do Salão do Automóvel.”

A utilização dos geradores durante o Salão do Automóvel exigiu uma infraestrutura específica, que inclui canaletas subterrâneas para acomodar os cabos que transmitem a eletricidade gerada até o estande do Projeto AGORA. A implantação dessa infraestrutura e a cessão do espaço sobre o espelho d´água fazem parte do apoio ao projeto da SP Turis, órgão da prefeitura de São Paulo que administra o Anhembi.

O diretor-presidente da VSE, James Pessoa, explica que os geradores são protótipos, que vem sendo desenvolvidos pela VSE em seu complexo de São José dos Campos (SP). “Numa cidade como São Paulo, hoje existem mais de dois mil geradores a diesel, muitas vezes sendo utilizados em horários de pico. Imagine o impacto, não apenas na capital paulista mas em qualquer área urbana populosa, se esses geradores forem substituídos por modelos a etanol,” explica.

Para viabilizar o projeto, a VSE também desenvolveu um tanque especial com capacidade para 3.000 litros de etanol. O combustível, adquirido pelas empresas e entidades que compõe o Projeto AGORA, será fornecido pela Copersucar.