fbpx

Grupo Guarani inicia moagem com evento para produtores de cana

15 de abril de 2013

A importância dos agricultores para o desenvolvimento e sucesso da indústria sucroenergética do Brasil foi destacada no encontro anual do Grupo Guarani com seus fornecedores de cana, realizado na sexta-feira (05/04), em Barretos (SP). Para o diretor executivo da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), Eduardo Leão de Sousa, esse tipo de acontecimento ajuda a estreitar as relações comerciais e demonstra o reconhecimento da Guarani quanto ao papel fundamental desta parceria.

“É preciso estimular esta cooperação. O setor sucroenergético não pode prescindir do papel dos produtores rurais, responsáveis pela produção de mais de um terço da cana moída no País, e o fortalecimento contínuo desta parceria vai condicionar o crescimento sustentável do setor,” explicou o executivo que representou a entidade no evento. Cerca de mil produtores agrícolas e dirigentes empresariais participaram do evento que marcou também o início da moagem da Guarani, uma das associadas da UNICA.

Para o diretor-presidente da Guarani, Jacyr Costa Filho, a indústria da cana tem valor estratégico, social, ambiental e econômico para o País, por isso precisa cativar várias frentes. “O mercado requer atuação institucional, na qual temos que buscar o apoio político, da sociedade e de nossos parceiros. Assim poderemos melhorar a produtividade e reduzir os custos,” afirmou.

Durante a apresentação dos projetos institucionais da Guarani, o destaque ficou com a palestra do diretor agrícola do Grupo, Jaime Stupiello, que detalhou o apoio dado pela empresa a seus fornecedores por meio do projeto “Guarani em Campo.” “É um trabalho de estreitamento de relações. A Guarani não se preocupa somente com a parte técnica, mas também com assuntos como sucessão familiar, gestão e sustentabilidade dos nossos produtores,” disse Stupiello.

Lideranças políticas presentes no evento frisaram o apoio que dedicam ao setor, entre eles a secretária de Agricultura e Abastecimento, Mônica Bergamaschi e o secretário do Meio Ambiente, Bruno Covas, ambos do governo paulista; o deputado federal Duarte Nogueira e os deputados estaduais Itamar Borges, Beth Sahão e Antônio Mentor.