fbpx

Indústria automobilística elogia iniciativa do Projeto AGORA

28 de outubro de 2010

Diversos representantes da maioria das montadoras instaladas no país aproveitaram os dois dias dedicados à imprensa (25 e 26/10) no Salão Internacional do Automóvel, para conhecer o estande do Projeto AGORA e deixar elogios sobre o trabalho concentrado no etanol e no carro flex.  Eles também aproveitaram a presença no Salão de executivos das empresas e entidades ligadas ao AGORA para manifestar sua opinião.

Um grupo formado de executivos do setor sucroenergético, entre eles diversos membros do Conselho Deliberativo da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), realizaram uma visita em grupo aos estandes da General Motors, FIAT e Renault. Nas três paradas, todos puderam conhecer os últimos lançamentos flex de cada marca.

“Toda a indústria automobilística e a GM principalmente está comprometida em desenvolver a tecnologia flex. É muito importante que o estande do AGORA esteja no Salão este ano,” afirma Pedro Bentancourt, gerente de relações governamentais da General Motors do Brasil. Ele completa: “A ideia do Labirinto Canavial foi fantástica, ainda mais com o prêmio para os jornalistas e para o público.”

João Veloso Jr, da área de Comunicação Corporativa da FIAT concorda com Bentancourt: “O Brasil já tem o seu híbrido que é o flex e esta proposta do Projeto AGORA para o Salão com certeza consegue disseminar muito mais as vantagens da tecnologia, não só ambientais como também de sustentabilidade, que é uma preocupação que a UNICA e a FIAT têm.”

José Nelson Corrêa, coordenador de Relações Institucionais da Renault completa: “O etanol já está presente há bastante tempo nos automóveis, por isso é importante sua presença no Salão”. Ele completou com uma aposta no futuro: “Nós temos agora todos os produtos Renault com tecnologia flex e dependemos desta tecnologia. Acreditamos nela e vamos usá-la por um bom e longo tempo.”

O “Labirinto Canavial,” foi desenvolvido pelo Projeto AGORA, que tem a participação de 18 empresas e entidades ligadas à cadeia produtiva da cana-de-açúcar. Entre atrações que utilizam alta tecnologia, veículos em exposição e energia elétrica fornecida inteiramente por geradores movidos a etanol e desenvolvidos pela Vale Soluções em Energia (VSE), o estande realiza um concurso que vai premiar com um carro flex zero quilômetro a pessoa que responder seis perguntas sobre o etanol no menor tempo até o final do Salão.

O regulamento completo do concurso e outras informações sobre a iniciativa estão no site www.labirintocanavial.com.br.