fbpx

Investimento tecnológico é essencial para expansão do mercado de etanol

0
4 de setembro de 2008


Os investimentos em tecnologias para o setor sucroenergético, tanto incrementais, melhorando as já conhecidas, como de ruptura, buscando  mudanças de paradigmas, aumentam a competitividade e impulsionam o crescimento do setor.

A conclusão foi apresentada pelo consultor de emissões e tecnologia da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), Alfred Szwarc, durante sua apresentação no XII Simpósio Agroindustrial Internacional da STAB (Sociedade dos Técnicos Alcooleiros e Açucareiros do Brasil), na primeira semana de setembro de 2008, em Sertãozinho (SP).

“Todos os países das Américas Central e do Norte, com exceção do Canadá, têm condições climáticas compatíveis com a produção de etanol de cana-de-açúcar, e isso é interessante, não só para geração energética como para o equilíbrio do mercado de açúcar”, afirmou Szwarc aos empresários da América Latina em sua apresentação “Evolução do Mercado de Etanol e o Desenvolvimento Tecnológico do Setor Produtivo”.

Cerca de cem especialistas de diversos países participaram do evento, entre eles, técnicos que trabalham no desenvolvimento agrícola e industrial de empresas e universidades. E o mercado de etanol, principalmente dentro da América Latina, foi a pauta principal.

O simpósio é um dos eventos paralelos que compõe a Fenasucro&Agrocana ( Feira Internacional da Indústria Sucroalcooleira), que contou com três painéis consecutivos: Agroindustrial, Agrícola e Industrial.

A Fenasucro&Agrocana trouxe até o pavilhão de exposições mais de 5 mil profissionais do setor sucroenergético, de 19 países e de 20 estados brasileiros, em busca de novas tecnologias para usinas e produção de açúcar e álcool.

Clique aqui e leia a apresentação de Alfred Szwarc.