fbpx

João Guilherme Ometto recebe homenagem da Santa Casa de São Paulo

24 de junho de 2010

O coordenador dos sindicatos das indústrias do Açúcar e do Álcool de São Paulo e vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), empresário João Guilherme Ometto, foi homenageado nesta quarta-feira (23/06) pela Provedoria da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Ele recebeu o título de Irmão Remido, cedido às personalidades que possuem destacada representatividade profissional, cultural e social, passando a exercer função semelhante à de um conselheiro, inclusive participando, a cada três anos, da eleição do provedor e da diretoria da entidade.

“Estou bastante orgulhoso de participar de uma instituição secular como esta, que foi o berço de todos os hospitais do Brasil e suporte da escola de medicina. Feliz pela oportunidade que me deram e ciente da responsabilidade que me aguarda,” afirmou João Guilherme, que é acionista de uma das principais empresas do setor sucroenergético brasileiro, o Grupo São Martinho. Ele recebeu a homenagem após um discurso do conselheiro da Fiesp, Luiz Gonzaga Bertelli, que destacou a importância da família Ometto para a indústria da cana-de-açúcar.

Fundada há mais de quatro séculos, a Santa Casa de Misericórdia é a instituição filantrópica privada mais antiga da capital paulista e o maior hospital filantrópico da América Latina. “Trata-se de uma justa honraria a um empresário que se destaca em todos os setores em que atua,” afirmou o diretor executivo da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), Eduardo Leão de Sousa.

Entre as autoridades que se tornaram Irmãos Remidos da Santa Casa de São Paulo destacam-se o ex-presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Roberto Antonio Vallim Bellochi; e o Presidente da Fiesp, Paulo Skaf. Na área cultural e social, receberam o título a atriz Beatriz Segall e a escritora Lygia Fagundes Telles, entre outras personalidades.