fbpx

Para Al Gore, Brasil exerce liderança global ao produzir etanol eficiente sem causar desmatamento

0
28 de janeiro de 2009


Em depoimento perante o Comitê de Relações Externas do Senado americano nesta quarta-feira (28/01/2009), o ex vice-presidente dos Estados Unidos, Al Gore, afirmou que o cultivo da cana-de-açúcar no Brasil gera etanol que é altamente eficiente do ponto de vista econômico e em termos de balanço energético, e que pode continuar sendo produzido evitando o desmatamento. Gore fez a declaração ao responder uma pergunta do senador Chris Dodd, Democrata do estado de Connecticutt, que questionou Gore sobre a “possibilidade de expansão da cana na bacia amazônica, aumentando o desflorestamento para produzir mais etanol”.

Gore agradeceu pela pergunta, dizendo que era uma oportunidade para ele esclarecer o que pensa, e citou as propostas do governo Lula para promover uma redução “impressionante”, a curto prazo, nos índices de desmatamento da Amazônia. O plano brasileiro foi anunciado pelo ministro do meio ambiente Carlos Minc durante a COP-14, reunião gloal realizada pela ONU em dezembro de 2008 em Poznan, na Polonia, voltada para a questão das mudanças climáticas.

Gore afirmou que “o que tem acontecido na Amazônia é muito preocupante”, apresentou um vídeo detalhando a devastação da floresta ao longo de 25 anos para ilustrar o problema, e afirmou que a proposta do presidente Lula pretende “impedir a destruição insensata de áreas valiosas de florestas, frisando: “É importante mencionar que o cultivo de cana-de-açúcar no Brasil, uma fonte altamente eficiente para a produção de etanol que é eficiente economicamente e em termos de balanço energético, não precisa, inevitavelmente, ser algo que tenha, como consequência, a destruição da Amazonia,” contrariando frontalmente argumentos frequentemente usados por críticos da produção de biocombustíveis.

O ganhador do Premio Nobel da Paz e de um Oscar com seu documentário “Uma Verdade Inconveniente” concluiu: “Com o tipo de política inovadora proposta pelo presidente Lula, eu acredito que se o Brasil conseguir garantir o cumprimento da lei – e esse tem sido um dos problemas com iniciativas anteriores – penso que o Brasil pode continuar exercendo uma liderança global na produção do etanol, ao mesmo tempo evitando o desmatamento”

Al Gore foi ao senado americano para discutir seu principal projeto atualmente, “Repower America”, que promove o objetivo de eliminar, em dez anos, o uso de qualquer tipo de combustível fóssil para gerar eletricidade nos Estados Unidos. Antecipando sua ida ao senado, Gore distribuiu hoje uma mensagem em vídeo sobre o tema.

Assista ao vídeo abaixo.