fbpx

Para parlamentar europeu, etanol de cana é “alternativa viável”

14 de abril de 2010

undefinedO Brasil tem um papel de destaque na produção de etanol de cana-de-açúcar, com tecnologia e desenvolvimento, e pode servir de exemplo para outros países, avalia o chefe da Comissão de Comércio Internacional do Parlamento Europeu, Vital Moreira. Ele visitou na sexta-feira (09/04) a Usina Batatais, na região noroeste de São Paulo, acompanhado de uma comitiva com mais cinco deputados da União Européia (UE) em visita organizada pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA).

“A visita à usina foi o ponto alto de nossa viagem e foi importante para mostrar a meus colegas deputados os avanços do setor. A produção brasileira de etanol é muito singular, vista muitas vezes como exótica, mas pode ser replicada em outros países e entrar em outros mercados,” afirmou Moreira.

A delegação foi recebida pela assessora de relações institucionais da UNICA, Nayana Rizzo, que fez uma breve apresentação do trabalho da entidade, pela analista de projetos da UNICA, Juliana Barbosa Requena e pelos diretores industrial e agrícola da Usina Batatais, Antônio Rossi e José Marcos Jorgi. Na usina, os deputados observaram a colheita mecanizada, visitaram o setor industrial de moagem e produção de açúcar e etanol, além de acompanhar a produção de bioeletricidade.

O grupo, que além de Vital Moreira contou com os poloneses Pawel Zalewski e Ryszard Czarnecki, o espanhol Emilio Menendez del Valle, o alemão Helmut Scholz o romeno Iuliu Winkler, esteve no Brasil entre 7 a 9 de abril e passou por Brasília, São Paulo e Batatais. Durante esse período, os deputados discutiram com autoridades do governo e representantes do setor empresarial sobre temas de interesse recíproco entre o Brasil e a UE. Uma das discussões abordou o impacto comercial da utilização de energias renováveis em iniciativas de sustentabilidade ambiental.