fbpx

Protocolo Agroambiental e Relatório GRI são elogiados por SMA de SP

26 de junho de 2012

Iniciativas como o Protocolo Agroambiental do Setor Sucroenergético e o Relatório de Sustentabilidade (GRI) da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) foram apontados como contribuições essenciais para melhoria e controle das questões ambientais do setor, em um capítulo da edição de 2012 do Relatório de Qualidade Ambiental (RQA), publicado pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente do Estado de São Paulo (SMA). O documento apresenta um panorama do meio ambiente paulista e sua relação com a economia e a saúde humana no estado.

Para André Elia Neto, consultor Ambiental e de Recursos Hídricos da UNICA, a publicação evidencia o compromisso da indústria da cana-de-açúcar com a natureza e com o bem estar da comunidade. “O trabalho incorporado no RQA conclui que os projetos ambientais da cadeia produtiva da cana contribuem significativamente para a eliminação das queimas. Destacam ainda a racionalização do uso da água, bem como as técnicas adotadas pelas usinas para diminuir a poluição do ar e da água e proteger as matas ciliares,” afirmou.

O Relatório

No capítulo “Visões Ambientais,” o trabalho acadêmico dos autores Carla Grigoletto Duarte e Tadeu Fabrício Malheiros, intitulado “Qualidade ambiental e o setor sucroenergético: análise de iniciativas no Estado de São Paulo,” detalha as diversas ações de minimização de impactos ambientais e de maior sustentabilidade do setor. Além dos já citados Protocolo Agroambiental e Relatório GRI da UNICA, iniciativas como a Certificação BONSUCRO e o Manual de Conservação e  Reuso de Água na Agroindústria Sucroenergética, produzido em 2009, são citados por seus bons resultados.

“Esse tipo de notoriedade é importante para prestigiar e tornar públicos os projetos que foram ou que estão sendo implementados pela indústria da cana,” define Elia.

Para baixar o Relatório da SMA, clique aqui.