fbpx

Representantes de empresas suecas analisam oportunidades de negócios no Brasil

0
5 de dezembro de 2008


Fomentar novas oportunidades de negócios e entender a sustentabilidade do setor sucroenergético brasileiro foi o objetivo da visita de um grupo de 11 executivos de empresas líderes da Suécia à União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), nesta quarta-feira (03/12/08). A Suécia é o país de maior tradição no uso do etanol brasileiro na Europa, além de ter vários investimentos e parcerias no País.


O grupo de executivos está em missão pelo Fórum Novare, que reúne representantes de empresas líderes na Suécia para conhecer setores de atividade de diversos países. Liderados pela CEO de desenvolvimento de novos negócios do Novare, Pia Anderberg, os suecos pretendem estreitar as ligações com o Brasil. No mês passado a vice-primeira ministra da Suécia, Maud Olofsson, esteve no Brasil e expressou seu desejo de ampliar a abrangência da cooperação entre os dois países em etanol de cana-de-açúcar (clique aqui para ler mais).


Representantes seniores de empresas como SAAB, SAS, Ericsson e Electrolux foram recebidos na UNICA pela relações institucionais da entidade, Carolina Costa, que mostrou que o etanol brasileiro de cana-de-açúcar é produzido seguindo as melhores práticas agrícolas, como o sistema de fertirrigação, que utiliza a vinhaça, um subproduto da própria cana-de-açúcar, rico em potássio.


O grupo obteve informações sobre os projetos em que a Suécia já possui cooperação com o Brasil, como o Projeto BEST (BioEthanol Sustainable Transport), responsável pelo ônibus movido a E95 (95% de etanol e 5% de aditivo), que está em testes desde outubro de 2007. O projeto é coordenado pelo Centro Nacional de Referência em Biomassa (CENBIO), apoiado pela UNICA e mais sete parceiros. Na Suécia, a iniciativa conta hoje com 600 ônibus rodando em várias cidades, 400 deles na capital, Estocolmo.