fbpx

Resolução da ANP exige que postos troquem nomenclatura para etanol

14 de dezembro de 2009

undefinedOs postos de abastecimento do Brasil terão nove meses para substituir na bomba, no painel de preços e “nas demais manifestações visuais” a denominação etanol em vez de álcool. A exigência parte da resolução número 39 da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que foi publicada na sexta-feira (11/12) no Diário Oficial da União e assinada pelo diretor-geral do órgão, Haroldo Borges Rodrigues Lima.

Para o presidente da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), Marcos Jank, a resolução da ANP é um importante passo no sentido da modernidade e da clareza de informações, não só para o público consumidor, mas para o mundo. “A UNICA vem lutando desde 2007 para que essa alteração se torne um fato consumado no Brasil. Isso porque primeiro temos o alinhamento com o resto do mundo, que sempre conheceu o que aqui vínhamos chamando de álcool combustível como etanol. Depois, temos o esforço para transformar o etanol em commodity global, algo que poderia ser prejudicado por uma eventual confusão devido ao uso da palavra álcool no Brasil”.

A medida adotada pela ANP conclui o processo de transição deflagrado em abril deste ano pela própria agência, que na ocasião decidiu que Etanol e Álcool Combustível significam a mesma coisa. Isto deu aos postos a opção de utilizar a palavra “etanol” nas bombas, alteração que vários começaram a fazer. O principal esforço de conversão vem sendo realizado pela Esso, com apoio de uma campanha publicitária nacional em torno do uso da nova palavra. A marca Esso hoje é controlada no Brasil pela maior empresa do setor sucroenergético brasileiro e associada da UNICA, a Cosan.

Segundo Jank, o importante agora é o esforço que precisa ser feito para que não haja confusão para o consumidor: “É preciso deixar claro que se trata apenas de uma troca de nome, sem qualquer alteração na composição do produto. É algo que a Esso vem realizando de forma exemplar, e que esperamos ver todas as distribuidoras fazendo nos próximos meses,” concluiu.

O primeiro posto

O posto “Free Stop”, localizado em Ribeirão Preto, no interior paulista, foi o primeiro no Brasil a utilizar a palavra “etanol” em suas bombas substituindo “álcool comum”. A mudança aconteceu na última semana de agosto de 2009. O posto opera com a bandeira Esso.