fbpx

Setor sucroenergético discute adequação do Consecana/SP à realidade

13 de maio de 2014

Ajustes na metodologia de definição dos indicadores de preços do açúcar e do etanol dominaram as discussões durante o “Seminário de Atualização do Modelo Consecana/SP,” realizado em Piracicaba (SP) no dia 16/04. A metodologia, adotada pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiróz (CEPEA/Esalq), da Universidade de São Paulo, vigora desde a safra 2012/2013 de cana-de-açúcar.

O evento também examinou resultados de estudos para aperfeiçoamento do sistema de avaliação técnica da cana-de-açúcar. Já as mudanças metodológicas nos indicadores, apresentadas por pesquisadores do CEPEA/Esalq, implicam na inclusão de novos tipos de açúcares e na utilização dos preços de contratos, tanto de açúcar quanto de etanol anidro.

A pesquisadora do CEPEA e professora da Esalq/USP, Heloísa Burnquist, explicou como são calculados os indicadores de preços internos e externos do açúcar, elaborados pelo CEPEA e utilizados pelo Consecana/SP para o pagamento da matéria-prima. As atualizações dos indicadores do etanol e a evolução nos preços do anidro e do hidratado nas últimas 16 safras  foram apresentadas por Mirian Bacchi, também pesquisadora do CEPEA e professora da Esalq/USP.

Os resultados de estudos conduzidos pela Canatec, câmara técnica que assessora a diretoria do Consecana/SP em questões técnicas e econômicas, foram apresentados pelo consultor em Qualidade e Especificação da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), José Félix Silva Júnior. Os estudos foram realizados visando o aperfeiçoamento do sistema de avaliação da qualidade da matéria-prima e a adequação do sistema à realidade de colheita com cana crua.

Já o diretor técnico da UNICA, Antonio de Padua Rodrigues, deixou uma mensagem aos participantes enfatizando que, nesse momento de crise nos preços, é fundamental o engajamento de todos os elos da cadeia para melhoria do sistema Consecana, com melhores soluções para o setor produtivo.

O Conselho dos Produtores de Cana-de-Açúcar, Açúcar e Álcool do Estado de S. Paulo (CONSECANA-SP) é uma associação composta por integrantes da UNICA e da Organização dos Plantadores de Cana da Região Centro-Sul do Brasil (ORPLANA), que determina o sistema de pagamento de cana a partir dos preços dos produtos finais – açúcar e etanol.

Acesse as apresentações:

Consecana – Indicador semanal de açúcar do CEPEA

Consecana/SP

Consecana – Evolução e alterações recentes nos indicadores de preços de açúcar 

Consecana – Resultados estudos Consecana – CANATEC e normas de cana da ABNT

Consecana – Preços e vendas de etanol CEPEA