fbpx

UNICA dá boas-vindas ao novo diretor da ANP

24 de novembro de 2017

Com a presença da diretoria da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), representada por sua presidente, Elizabeth Farina, e pelo seu diretor Técnico, Antonio de Padua Rodrigues, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) realizou nesta sexta-feira (24/11), no Rio de Janeiro, a cerimônia de posse do novo diretor da Instituição, Dirceu Cardoso Amorelli Junior. Além dos diretores atuais da ANP, Décio Oddone, Felipe Kury, Aurélio Amaral e José Cecchi, também compareceram ex-diretores, técnicos da Agência e autoridades políticas, entre elas o secretário de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis do Ministério de Minas e Energia, Márcio Félix.

Em seu discurso, Dirceu Amorelli disse ter como objetivos uma atuação voltada para a maior participação dos biocombustíveis e do gás natural na matriz energética nacional, e apoiar os demais diretores na consolidação de uma relação com a indústria de petróleo, gás natural e combustíveis renováveis, contínua, eficiente, transparente e pautada pela ética, em consonância com as melhores práticas da indústria. “É essencial trabalhar por uma regulação que, alinhada com o novo planejamento estratégico da ANP, seja simples, clara, incentivadora, e também fiscalizadora, pois a defesa do interesse público é a nossa principal missão”, declarou o executivo.

O novo diretor da ANP também prometeu trabalhar pela execução do calendário de licitações de blocos exploratórios, privilegiando continuamente a comunicação com a sociedade: “O esforço para oferta dessas áreas consolidará, em breve, o Brasil como uma fronteira definitiva da Exploração e Produção de petróleo e gás natural na geopolítica Internacional. Portanto, é necessário que todos os envolvidos trabalhem em estreita cooperação, para que seja alcançado um crescimento sustentável da indústria”.

“É essencial trabalhar por uma regulação que, alinhada com o novo planejamento estratégico da ANP, seja simples, clara, incentivadora, e também fiscalizadora; pois a defesa do interesse público é a nossa principal missão”, declarou Amorelli.