fbpx

A União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), por meio de suas associadas, vai doar um milhão de litros de álcool para a produção de álcool gel e álcool 70 para que sejam utilizados na contensão do coronavírus.

O objetivo da ação é contribuir com o abastecimento das unidades públicas de saúde, de forma gratuita. “Vivemos um momento que demanda união e criamos uma verdadeira operação de guerra para superar os desafios impostos pelo COVID-19 e contribuir com diversos estados do país”, disse Evandro Gussi, presidente da UNICA.

O álcool 70 a ser doado será produzido voluntariamente após a concessão de uma autorização extraordinária e temporária pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), no último dia 19 de março, que permitiu a produção. O álcool 70 é usado para desinfecção e é essencial para serviços de saúde.

Nove Estados receberão essa doação: Tocantins, Ceará, Bahia, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Paraná e Santa Catarina. Os detalhes operacionais estão sendo delineados com os órgãos competentes, porque o transporte e manuseio do produto exigem cuidados.

Os volumes serão transportados até pontos indicados pelas Secretarias de Saúde desses estados, onde ocorrerá o processamento industrial, para a transformação em gel ou envase da solução líquida. Após isso, a distribuição para as unidades públicas de saúde estará sob a coordenação das Secretarias Estaduais. “Esse é um primeiro movimento, uma contribuição inicial na batalha contra o coronavírus. Estamos atentos e ao lado das autoridades e de todos os brasileiros para vencer essa guerra”, finalizou Gussi.

Além dos associados da UNICA, a operação está mobilizando membros da Associação Brasileira de Transporte e Logística de Produtos Perigosos (ABTLP), que está fazendo o deslocamento da carga em veículos próprios, e do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes (Sindicom), que está doando o óleo diesel que será usado. Toda a operação está respeitando as medidas de higiene e segurança conforme orientações do Ministério da Saúde e da Anvisa.