fbpx

Voando baixo com etanol em Indianapolis

0
22 de maio de 2008


Acompanhar “in loco” um dos principais eventos do automobilismo mundial, as 500 Milhas de Indianápolis, por si só já é uma experiência marcante. Pegar carona com um bi-campeão mundial dando voltas na famosa pista de Indianápolis, a 270 quilômetros por hora, é um acréscimo que não estava no script para o presidente da UNICA, Marcos Jank.


Nesta quinta-feira (22/05/2008), em sua primeira visita ao “Brickyard” – apelido do quase centenário autódromo que, quando criado, era pavimentado com tijolos, Jank foi recebido pelo bi-campeão mundial da Fórmula Um, campeão da Fórmula Indy e duas vezes vencedor das 500 Milhas de Indianápolis, Emerson Fittipaldi. Ao testar o Chevrolet Corvette que servirá como carro-madrinha durante a corrida deste domingo (25/05/2008) e que, a exemplo dos carros que participam das corridas da Formula Indy, é movido a etanol, Fittipaldi convidou Jank para acompanhá-lo em “uma voltinha”.


“É uma experiência indescritível, especialmente quando se observa a facilidade com que alguém com a experiência do Emerson conduz o veículo. A mais de 270 quilômetros por hora, ele era capaz de dirigir com apenas uma das mãos e gesticular com a outra, enquanto conversava naturalmente – como se estivéssemos circulando por uma rua qualquer”, conta Jank.


 


O carro-madrinha pilotado por Fittipaldi durante as 500 Milhas de Indianápolis, neste domingo, é uma edição especial do tradicional Chevrolet Corvette movido a E85, a versão de etanol comercializada nos Estados Unidos que contém 15% de gasolina.




 




 


 


 


 




Jank, no camarote da TV Bandeirantes Equipado com um motor V8 de mais de 5 litros, o carro desenvolve quase 600 cavalos de potência e atingiria velocidades ainda maiores não fosse um limitador instalado pela fábrica. Um número limitado de modelos iguais ao carro-madrinha será comercializado pela General Motors, todos autografados no painel por Emerson Fittipaldi.